Ginecologista é acusado de gravar pacientes e vender vídeos para site pornô

Câmera escondida foi encontrada no teto do consultório médico

Foto: Reprodução

Um médico ginecologista foi preso suspeito de gravar pacientes durante consulta médica e vender os vídeos para um site pornô. O caso, que aconteceu na Ucrânia, foi descoberto quando uma paciente soube que suas imagens durante um exame íntimo estavam circulando em um site adulto.

Durante as investigações, policiais encontraram uma câmera escondida no teto do consultório. O médico chegou a ser preso, mas foi liberado logo em seguida. No entanto, ele teve a licença médica anulada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.