Gilmar Mendes prorroga suspensão das dívidas de Goiás e prazo para RRF por mais 3 meses

Prazo que terminaria no dia 6 de janeiro foi estendido até 6 de abril e dá mais fôlego ao governo de Goiás para cumprir a burocracia necessária para a adesão oficial ao regime

Nesta quinta-feira, 19, o ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal (STF) acatou pedido do Governo de Goiás e suspendeu por mais três meses as dívidas do Estado com os bancos e também o prazo para ingressar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

Com a decisão do STF, o prazo que terminaria no dia 6 de janeiro foi estendido até 6 de abril e dá mais fôlego ao governo de Goiás para cumprir a burocracia necessária para a adesão oficial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.