Gilmar Mendes diz que nenhum ministro quer relatoria da Lava Jato

Segundo ele, processos tumultuam e desorganizam gabinete, que passa a ficar concentrado nele

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, afirmou nesta sexta-feira (27/1) que nenhum dos ministros do STF tem interesse em ser relator da Operação Lava Jato. Segundo ele, a tarefa “tumultua a vida de todos e desorganiza por completo o gabinete, que passa a ficar concentrado nesse tipo de matéria”.

Na última quinta-feira (26), Mendes já havia se manifestado sobre a relatoria e afirmou que a receberia com naturalidade. Ele elogiou ainda a decisão do presidente Michel Temer (PMDB) de aguardar que o processo fosse redistribuído para nomear o novo ministro que ocupará a vaga deixada por Teori Zavascki.

Teori, que morreu em um acidente aéreo no último dia 19 de janeiro em Paraty (RJ), era o antigo relator do processo. GIlmar contou que nem mesmo Teori gostava de ser responsável pelo processo.

Na palestra desta sexta-feira, ele disse que a presidente do STF, Cármen Lúcia, deverá conversar com os demais ministros para chegar a um entendimento sobre quem ficará com os processos da operação. Segundo ele, ainda não já nenhuma decisão sobre o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.