Giba participa de lançamento de projeto que incentiva prática esportiva em Goiás

Governo do Estado, por meio da Seduce, vai atender 200 alunos, entre seis e 15 anos de idade, de escolas públicas municipais e estaduais

Giba e Raquel Teixeira | Foto: Léo Iran/Seduce

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), o Vôlei MonteCristo e o ex-atleta da seleção brasileira Giba lançaram nesta quinta-feira (11/1) o projeto Gibinha Vôlei em Goiás. A iniciativa visa incentivar a prática esportiva e combater a obesidade infantil. Goiás é o terceiro Estado a receber o projeto, que também é uma oportunidade para descobrir novos talentos.

Com a presença do vice-governador José Eliton, que representou o governador Marconi Perillo, do ex-jogador Giba e vários outros atletas do vôlei, a secretária Raquel Teixeira reforçou a importância de projetos de inclusão social que envolvem a educação e o esporte. “Esse tipo de iniciativa promove oportunidades para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, transformando a realidade e o futuro delas. É nosso papel apoiar essas ações”, afirmou Raquel.

O Gibinha Vôlei vai atender 200 alunos, entre seis e 15 anos de idade de escolas públicas municipais e estaduais. Os interessados serão selecionados por meio de sorteio. A proposta é realizar as aulas práticas de vôlei e seminários sobre alimentação saudável, fora do horário de aula, com a participação dos pais dos estudantes. O projeto também inclui torneios nas escolas como forma de incentivar o esporte no ambiente escolar

O Gibinha Vôlei dará continuidade ao projeto social que o Monte Cristo Voleibol já realiza e, segundo o diretor da equipe, Paulo Henrique de Souza Martins, a proposta é um divisor de águas para o vôlei de Goiás. “A gente acredita que essa inciativa trará visibilidade para nosso Estado e a nossa expectativa é nos capacitar cada vez mais para atender toda a demanda. Um dos nossos papeis no esporte é tornar essas crianças pessoas que façam a diferença no mundo, pensando não só nos participantes, mas nas famílias delas, na comunidade inteira”, pontua.

O ex-jogador Giba virá a Goiânia quatro vezes durante o ano, tempo de duração do projeto, para capacitar os professores e acompanhar o andamento da iniciativa. Emocionado, Giba frisou que investir nas crianças é investir no futuro do País. “O cunho do nosso projeto é muito mais social do que esportivo, porque nós precisamos pensar em todas as crianças que não tem chances. Queremos que elas também se tornem grandes vencedores”, disse.

Ele agradeceu o apoio da secretária e aos programas Pró-Esporte e o Pró-Atleta que financiam, atualmente, 16 equipes de vôlei e 46 atletas que praticam tal modalidade. “A secretária Raquel tem uma preocupação grande com as nossas crianças e isso nos motiva a lutar lado a lado. No Brasil, muitos pensam no lado financeiro de ser um atleta. Mas a primeira coisa é pensar na educação daquele futuro atleta. Unir as duas coisas é formar um cidadão completo”, ressaltou.

O vice-governador José Eliton também enalteceu o empenho da secretária Raquel Teixeira em realizar projetos nas áreas esportivas e sempre se engajar na mudança da realidade de crianças e jovens. ”O esporte é uma das agendas mais importantes de um Estado. É preciso investir, formar exemplos e inspirar gerações para promover o ganho qualitativo. O projeto gibinha mostra o papel de um atleta e de um líder que se preocupa em tornar realidade os sonhos de milhares de crianças”, disse o vice.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.