Geverson Abel vai contrariar Avante e bancar nome de Mendanha?

Presidente do diretório goiano da sigla garantiu que casos individuais de alianças contrárias serão tratados de maneira isolada

Apesar do presidente do Avante Goiás, vereador Thialu Guiotti, ter declarado apoio público a pré-candidatura à reeleição do governador Ronaldo Caiado (UB), o vereador Geverson Abel segue na contramão do acordo partidário. Isso porque ele manifestou suporte eleitoral ao pré-candidato a governador Gustavo Mendanha (Patriota). Conforme antecipado pelo Jornal Opção, o presidente do diretório goiano da sigla garantiu que casos individuais de alianças contrárias serão tratados de maneira isolada.

Durante um evento no último fim de semana, Geverson esteve com o ex-prefeito de Aparecida e publicou nas redes sociais uma foto onde aparece ao lado dele. Na imagem, Abel elogiou a atuação política do aliado. “Reeleito com 98,08% dos votos válidos, meu amigo Gustavo Mendanha prestou um excelente serviço à frente do Poder Executivo na Prefeitura de Aparecida de Goiânia, contribuiu de forma valiosa e eficiente no progresso do desenvolvimento do Município e bem-estar dos aparecidenses, tornando-o um gestor de referência para Goiás”, disse.

Para o vereador, “Deus abençoou” a caminhada de Gustavo para o Palácio das Esmeraldas. “Gustavo, eu reconheço as notáveis atividades desempenhadas à frente da sua gestão. Essa notoriedade alcançada é devido ao seu dinamismo e experiência. Eu tenho certeza de minhas convicções. Sei que você é o gestor mais bem preparado para estar às frente do Estado. Amo sua vida e seu caráter. Creio que Deus já abençoou essa caminhada. Conte comigo, meu gabinete está à sua disposição”.

Apesar disso, Thialu explicou ao Jornal Opção que vai buscar a unidade entre os correligionários na convenção. “O partido terá sua convenção e automaticamente será decido esses pormenores. O partido vai trabalhar para que haja uma unidade de 100%. Hoje o partido está com o governador Ronaldo Caiado”.

Caso não haja singularidade entre os filiados, o presidente da sigla afirmou que o Avante vai avaliar o caminho que será permitido na convenção. “Se houver candidato que não quiser caminhar com o governador Caiado, isso é uma decisão pessoal de cada um. O partido avaliará se esse caminho se esse caminho será permitido na convenção”, assegura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.