Gestão Iris recebeu verba do Codese para retomar obras de CMEIs

Segundo secretário, conselho ligado ao setor imobiliário da capital pediu em troca apenas “uma Goiânia melhor”

Presente na Câmara de Goiânia para prestar depoimento à Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura as obras paradas da capital, o novo secretário municipal de Infraestrutura, Dolzonan Matos, revelou que a prefeitura recebeu verba do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese) para concluir CMEIs inacabados na capital.

Em entrevista à imprensa, o titular definiu a liberação de recursos como um “presente”. “O que o Codese quer em troca é uma cidade melhor e que a gestão melhore seu Índice de Desenvolvimento Humano”, disse, quando questionado sobre o que o conselho esperava em troca da gestão pelo aporte de recursos.

Ao todo, são 13 unidades de educação infantil com obras paralisadas. A ideia é que o aporte do Codese seja usado para retomar parte dessas construções. Outras medidas, como Parcerias Público-Privadas e relicitação, vêm sendo avaliadas pela gestão.

Codese

O Codese se define como “uma assembleia permanente, formada pela sociedade civil organizada, para discutir e propor soluções estratégicas em desenvolvimento econômico sustentável, através da elaboração e monitoramento de projetos de médio e longo prazo”.

Apesar de ter a participação de entidades como a Universidade Federal de Goiás e a Ordem dos Advogados do Brasil de Goiás, por exemplo, são os representantes da iniciativa privada que ocupam os cargos de comando do conselho.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.