Gestão Iris demitiu engenheiro responsável pela fiscalização do Mutirama, diz delegado

Para titular do 1º DP de Goiânia, parque funcionava de forma “clandestina” e seu gestor pode ser indiciado por lesão corporal

Palco de tragédia nesta quarta-feira (26/7), o Parque Mutirama funciona desde o início do ano sem engenheiro técnico responsável. A informação é do titular do 1ª Distrito Policial de Goiânia, o delegado Izaías Pinheiro, responsável pelas investigações que apuram as causas da pane em uma das atrações do parque, que deixou 11 pessoas feridas.

Em entrevista ao Jornal Opção, o delegado explicou que o espaço funcionava de forma “clandestina” e o seu responsável pode ser indiciado por lesão corporal. “Era feita a manutenção, mas pelas pessoas do próprio parque, sem um engenheiro responsável”, disse.

Segundo apurado pela polícia, a gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB) dispensou o profissional que inspecionava os equipamentos logo no início do ano e chegou a abrir novo edital de contratação, mas o processo teria travado. “Se não tem um engenheiro responsável, não poderia funcionar”, destacou.

Para o titular, o gestor do parque assumiu “total responsabilidade” ao liberar o funcionamento do espaço sem um especialista para conferir as condições dos brinquedos. “Ainda é prematuro qualquer definição, temos que esperar os laudos”, ressalvou.

Confira aqui a resposta da prefeitura sobre as declarações do delegado.

Tragédia

O grave acidente que deixou 11 pessoas feridas, sendo duas em estado grave, ocorreu na tarde da última quarta-feira (26). A atração chamada “Twister” sofreu uma pane, jogando as pessoas ao chão. Vídeos postados nas redes sociais mostram o desespero de quem estava no local após o ocorrido.

Responsável pelo Mutirama, o diretor Frank Fraga classificou o ocorrido como uma “tragédia” e garantiu que a manutenção é feita periodicamente. Segundo ele, o parque não seria fechado e seguiria funcionando normalmente.

No entanto, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), que esteve no parque ainda na última quarta-feira (26), anunciouque o Mutirama seria fechado por tempo indeterminado até que as autoridades fizessem um laudo sobre a situação dos brinquedos.

O Conselho Regional de Engenharias (Crea-GO) abriu uma sindicância para apurar a tragédia e deve produzir um laudo técnico nos próximos dias. A Polícia Científica de Goiás também esteve no parque para avaliar as causas da suposta pane no “Twister”.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

filipe

é um absurdo o que acontece hoje em dia, esses parques só querem saber de ganhar dinheiro e nada de querer manter os brinquedos em bom estado, não investem em manutenção, e depois que algo assim acontecem se safam e tudo fica como se nada tivesse acontecido, aqui tem todos os vídeos do acidente pra quem ainda não viu