Gestão Iris ainda não tem data para entregar projeto do Plano Diretor à Câmara Municipal

Segundo superintendente de planejamento da Seplanh, texto deve ser encaminhado ainda este semestre

Vista aérea de Goiânia – Foto: Alexandre Parrode/Jornal Opção

A Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) da Prefeitura de Goiânia ainda não definiu a data de entrega da minuta do projeto de revisão do Plano Diretor à Câmara Municipal. A discussão começou ainda em 2017.

Segundo Henrique Alves, superintendente de planejamento da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), o encaminhamento deve ser feito ainda este semestre.

Em entrevista ao Jornal Opção ele não deu o prazo especifico por não saber se novas audiências ainda precisam ser feitas.

“Nas duas últimas audiências coletamos várias sugestões do Ministério Público e da OAB-GO. Os técnicos estão agora terminando de analisar essas sugestões e verificar se elas farão parte do texto ou não. Finalizando isso, vamos verificar com o prefeito o melhor momento para encaminhar o projeto para a Câmara Municipal de Goiânia”, disse.

As diretrizes propostas para a atualização do Plano Diretor de Goiânia prometem gerar embate e intensas discussões no Legislativo, em especial quanto à pontos polêmicos como as chamadas áreas de interesse social, o parcelamento do solo e os índices de ocupação na cidade. Os vereadores também podem promover alterações ao texto editado pela prefeitura.

Na Câmara Municipal, o projeto será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), vai à plenário para primeira votação, depois encaminhado para análise conjunta das comissões Mista e de Habitação e depois volta ao plenário para segunda e última votação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.