Decisão ainda não foi assinada pelo prefeito Rogério Cruz; substituto é cientista contábil e já havia sido secretário de finanças no município de Aurilândia

A Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) terá outro titular. Geraldo Lourenço deixa a pasta, a pedido. A gestão financeira da Prefeitura de Goiânia será assumida pelo contador e consultor em gestão pública Vinícius Henrique Pires Alves. O novo nome é indicação do Conselho Regional  de Contabilidade (CRC-GO). A exoneração de Geraldo deve ser publicada na próxima edição do Diário Oficial do Município (DOM). O prefeito Rogério Cruz (Republicanos) acatou o pedido de Geraldo, mas ainda não assinou a exoneração.

O novo representante da pasta, Vinícius Alves, é bacharel em ciências contábeis, pós-graduado em Compliance e Integridade Corporativa pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, e já foi Secretário Municipal de Finanças Prefeitura Municipal de Aurilândia, de 2006 a 2008. Na cidade, também foi Controlador Geral no ano de 2008. Além de ter passado pela Câmara Municipal de Bonfinópolis como contador. Ele ainda como consultor de várias cidades do interior de Goiás.

Geraldo, que estava na pasta desde abril do ano passado, deve retornar para Brasília, onde é servidor público concursado como auditor de controle interno da Secretaria de Economia do Distrito Federal. Antes de assumir a Sefin, ele também foi secretário de Governo em 2010, durante a gestão do ex-governador Rogério Rosso (PSD), diretor presidente da BRB Financeira, e fez parte da equipe do gabinete da deputada federal Celina Leão (PP-DF).

O prefeito Rogério Cruz recebeu o pedido de demissão de Geraldo nesta terça-feira, 22, e o agradeceu pelo bom trabalho desempenhado durante o último ano. Como exemplo, o chefe do Executivo citou a viabilização de programas que beneficiaram a população goianiense, como o maior Refis de Goiânia, cuja arrecadação foi de cerca de R$ 280 milhões.

Antes de Geraldo Lourenço de Almeida, a Secretaria de Finanças foi chefiada pela advogada Letícia Vila Verde e pelo gestor fazendário Alessandro Melo. Vinícius passa a ser o quarto secretário de Finanças da gestão de Rogério Cruz.