A Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar (PM) realizaram uma operação conjunta no Pipódromo, em Aparecida de Goiânia, no domingo, 23. No decorrer da ação, veículos, tanto carros quanto motos, com documentos atrasados ​​foram recolhidos ao pátio da PM. No total, as equipes apreenderam 29 motos e três carros. Além disso, os agentes também aplicaram 94 atos de infração relacionados a irregularidades flagradas.

A ação resultou na identificação e flagrante de diversos crimes, notadamente a direção perigosa. No local, dezenas de motociclistas estavam envolvidos em manobras radicais e corridas clandestinas, conhecidas como ‘rachas’. Além disso, menores de idade foram encontrados consumindo bebidas alcoólicas e até mesmo drogas.

Durante a operação, muitos motociclistas tentaram esconder suas motos na vegetação, enquanto outros tentaram fugir, mas foram detidos pelos agentes de segurança.

“Quando chegamos para realizar a operação cerca de 300 pessoas estavam no local. O cenário era de muita bagunça, com som automotivo, consumo de álcool e drogas e, inclusive, com a presença de menores de idade. Algumas pessoas conseguiram fugir, mas o trabalho acabou com a perturbação que já era registrada há algum tempo”, destacou Weber Júnior, comandante da GCM de Aparecida.

Conforme relatado pelo comandante, os moradores das proximidades expressaram insatisfação com o ruído gerado pelos frequentadores do estabelecimento. “Já havíamos feito abordagens para coibir a perturbação do sossego, mas agora, com auxílio da PM, colocamos ponto final nesta situação. Essa bagunça incomodava até mesmo pacientes do Hueapa, que fica bem próximo do Pipódromo”, afirmou.

Leia também: