Gás de cozinha sobe 4,3% e chega a custar R$ 130 no Centro-Oeste

Na média do país, o gás de cozinha custa R$ 88,94, quase 10% do salário mínimo

Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis(ANP) mostram que a alta média do gás de cozinha nas últimas quatro semanas no Brasil chegou a 4,3%, com o produto já sendo encontrado a R$ 130,00 o botijão de 13 kg no Centro-Oeste. Na média do país, o gás de cozinha custa R$ 88,94, quase 10% do salário mínimo.

A Petrobras elevou o preço do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) em 6% em meados de junho, o primeiro aumento da gestão do general Joaquim Silva e Luna na estatal, que não realizou reajuste do combustível em maio.

Já o gás natural (GNV), que recebeu reajuste de 39% em maio, subiu 1,4% nas últimas quatro semanas nos postos de abastecimento, para um preço médio de R$ 3,88 por metro cúbico, segundo a ANP.

Em recente audiência pública para explicar os desinvestimentos da Petrobras na Câmara dos Deputados, o presidente da estatal afirmou que está “aguardando tendências” do preço do petróleo para novos reajustes, diante da escalada da commodity no mercado internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.