Galo Carijó supera dificuldades e volta à elite do Goianão depois de mais de uma década

Foram 11 anos sofridos na divisão de acesso do Campeonato Goiano, mas equipe do Goiânia terminou competição em terceiro e retorna à primeira divisão em 2019

Mesmo com derrota, torcida do Goiânia comemorou volta à primeira divisão do Campeonato Goiano no Estádio Olímpico depois de 11 anos | Imagem: Reprodução/TV Anhanguera

Cilas Gontijo

O Goiânia Esporte Clube foi fundado oficialmente em 27 de maio de 1938. É o segundo time mais antigo da capital. Mas há 11 anos vivia de decepções e dificuldades na divisão de acesso do Campeonato Goiano, entre 2008 e 2018.

O primeiro grito de campeão aconteceu no ano de 1945 com vitória em cima do seu grande rival da época, o Atlético. O time da Vila Olímpica, nos seus 80 anos de fundação, soma 14 títulos estaduais, o que inclui um pentacampeonato entre 1950 e 1954.

O Goiânia já participou da principal divisão do Campeonato Brasileiro em quatro edições, quatro vezes da Série B, cinco na Série C, com uma vitória espetacular em 1999 de virada contra o Fluminense por 4 a 3, e uma Copa do Brasil.

É um grande clube do futebol goiano sem dúvidas. Com muitas histórias e glórias, é o quarto time na preferência dos torcedores goianos. Hoje é certo que seus torcedores não são formados em sua maioria por jovens. Até porque o time vive um jejum muito grande de títulos. O último foi em 1974.

De lá para cá, o Galo Carijó tem vivido muitos altos e baixos, muito mais baixos do que altos, e viu sua torcida diminuir drasticamente. Também houve nesse período a ascensão do Goiás e do Vila Nova, que tiraram muitos torcedores do Goiânia.

Nova página
Mas a partir de 2019 essa história mudará. É a promessa dos dirigentes do clube, que tem um grande desafio pela frente: trazer de volta seus torcedores e fazer com que os jovens também prefiram o Galo.

Da divisão de acesso ao Goianão em 2019, o ano de 2018 não foi nada fácil para o time da Vila Olímpica. A diretoria montou um time para subir, com nomes badalados do futebol no Estado, como o goleiro Márcio,  ex-Atlético e Goiás, o zagueiro Mirita e o meia Robert, revelado pelo Goiás.

Com um considerado excelente time, muitos achavam que a volta para elite do futebol goiano seria fácil. Porém não foi isso que vimos durante a competição. Em uma competição muito disputada, com equipes fortes, o Galo Carijó encontrou muitas dificuldades.

Se não fossem algumas combinações de resultados, o time poderia não ter alcançado o objetivo, como a vitória do Goianésia por 1 a 0 sobre o Trindade e a derrota da Jataiense para o América de Morrinhos por 2 a 0. Mas no final deu tudo certo. O Goiânia terminou na terceira colocação com 23 pontos e enfim, depois de 11 anos, está de volta à elite do Goianão para a alegria de sua torcida.

Goianão 2019
Em 2019 teremos um Campeonato Goiano ainda melhor, com quatro times da capital, e que contará ao todo com 12 participantes. São eles Goiás, Aparecidense, Vila Nova, Anapolina, Atlético, Iporá, Grêmio Anápolis, Itumbiara, Crac, Novo Horizonte, Goianésia e Goiânia.

Meus cumprimentos ao Goiânia Esporte Clube, o nosso Galo Carijó. Esperamos poder ouvir muito o grito desse Carijó cantador. E que muitas vitórias sejam conquistadas pelo alvinegro da capital a partir do ano que vem.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.