Fundo de Arte e Cultura prorroga inscrições para Edital 2018

Projetos podem ser cadastrados gratuitamente até o dia 25 de fevereiro

Parceria vai levar três companhias goianas para apresentações durante o
Festival de Avignon| Foto: Reprodução

O Fundo de Arte e Cultura (FAC) prorrogou as inscrições para o Edital 2018. Com isso, o proponente, que pode ser pessoa física, jurídica e microempreendedor individual, tem até o dia 25 de fevereiro para cadastrar novos projetos que vão concorrer ao financiamento do Fundo. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site.

“Estamos em uma fase de organizar a casa, mas não podemos desconsiderar as demandas existentes na cultura goiana. Recebi, em duas oportunidades desde o início deste ano, produtores culturais e uma das preocupações mais urgentes deles era justamente em relação ao Fundo de Arte e Cultura. Nesse sentido, achamos por bem prorrogar as inscrições”, explicou o superintendente executivo de Cultura, Edival Lourenço.

Para se inscrever, o proponente deve realizar um cadastro ou atualizar os dados se já for cadastrado, ler atentamente o edital e o Anexo I e inserir as informações do projeto. Para melhor fluidez ao digitar o projeto, o FAC orienta que os proponentes não acessem a plataforma de inscrição ao mesmo tempo e que salvem constantemente enquanto estão inserindo informações.

O recurso de R$ 25,1 milhões será direcionado para 372 projetos contemplados em 21 Editais. São contempladas as áreas de dança, teatro, artes visuais, estruturação e dinamização de espaços culturais, museus, arquivos e bibliotecas, literatura, hip hop, bolsa de formação, primeiras obras, juventude, cultura popular, festivais de música e cinema, circo, arte nas escolas, território goiano, demanda cultural e, pela primeira vez, o de Festival de Avignon.

Para a seleção, são considerados o currículo e experiência da equipe técnica; a coerência com o objeto proposto no edital; a relevância para a cultura local e a disseminação da mesma para outros Estados e Países; a capacidade de difusão e democratização da cultura; o fortalecimento da cadeia produtiva; a capacidade de execução do projeto; oferecer cultura e arte de qualidade e formar público (vide edital).

Este ano, o FAC inclui a candidatura com o nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais na inscrição e divulgação de resultados dos editais.  Para isso, basta preencher atentamente o formulário de cadastro.

Com a leitura atenta do edital e seus anexos, os interessados se informam sobre as condições de participação, critérios de seleção, prazos de execução, modalidades e valores dos prêmios.

Novidades

A equipe do FAC pede aos interessados atenção no momento de inserir a documentação. Na fase de Habilitação, foram acrescentados documentos importantes que são de caráter eliminatório.

O Edital 2018, em parceria com o Festival de Avignon, vai levar três companhias goianas para apresentações durante o Festival, na França.

Com o objetivo de promover a inclusão e reduzir as desigualdades, contamos agora com a cota para proponentes com deficiência, conforme o Decreto nº 3.298/99. Em cada edital, fica reservada a cota de um (1) projeto para proponente pessoa física com deficiência.

Podem ganhar pontuação extra projetos que atendam as exigências de públicos de pessoas com deficiência, de bairros periféricos, com atividades em cidades com até seis mil habitantes e para o público infanto-juvenil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.