Funcionário do STF é preso apontado como chefe de quadrilha no DF

Vinícius Correa Dias trabalhava como mensageiro no gabinete de um dos ministros do Supremo. Informações são do jornal “Correio Brasiliense”

Um funcionário do Supremo Tribunal Federal (STF) foi preso, apontado como o líder de uma quadrilha de tráfico de drogas, que atuava no Entorno do Distrito Federal. Outras três pessoas também foram detidas. As informações são do jornal “Correio Brasiliense”.

Segundo a reportagem, investigação da Operação Têmis, da Coordenação de Repressão às Drogas da Polícia Civil (Cord), apontou que o grupo transportava os entorpecentes para a região do DF. Com eles, foram apreendidos 17 tijolos de maconha.

Conhecido como “Vila”, Vinícius Correa Dias, de 30 anos, cumpria pena em prisão domiciliar e recebia para trabalhar como mensageiro no gabinete de um dos ministros do Supremo.

O grupo foi preso na última sexta-feira (22), durante abordagem na BR-040, após um dos suspeitos ir buscar uma leva de entorpecentes na rodoviária de Brasília. Segundo a matéria do periódico brasiliense, a encomenda teria partido de Goiânia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.