Funcionárias do Parque Mutirama confirmam manutenção precária em brinquedos

Novos depoimentos dão como certa negligência da Prefeitura de Goiânia em acidente que deixou mais de 10 feridos no último mês

A Polícia Civil de Goiânia dá prosseguimento às investigações do acidente que deixou 11 pessoas feridas no Parque Mutirama, no último mês, após pane em uma das atrações.

Em entrevista ao Jornal Opção nesta quinta-feira (24), o delegado responsável pelo caso, Izaías Pinheiro, adiantou que foram ouvidas nesta semana mais três testemunhas. Todas elas confirmaram o que o titular do 1ª Distrito Policial de Goiânia já havia apontado de forma incisiva em outras ocasiões: houve negligência por parte da gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB).

Das testemunhas ouvidas, uma atua no parque como operadora de brinquedos e as outras duas no setor administrativo. Segundo o delegado, os depoimentos vão ao encontro do que já foi apurado anteriormente.

“Foi mais uma vez confirmado que a manutenção no parque era feita de forma precária e apenas visualmente. A manutenção estrutural não era sequer feita”, reforçou.

O delegado aguarda agora o laudo da perícia do brinquedo “Twistter”, alvo da pane que deixou mais de 10 feridos no último dia 28 de julho e acabou causando a interdição do parque. Ainda não há qualquer previsão para a conclusão do laudo.

Deixe um comentário