Frase ‘fora Bolsonaro’ é pichada em prédio de Prefeitura da Itália

Prefeita de Anguillara Veneta, Alessandra Buoso, irá homenagear e receber Bolsonaro na cidade na próxima segunda-feira, 1

Frase ‘fora Bolsonaro’ é pichada em prédio de Prefeitura da Itália | Foto: Reprodução

Moradores e ativistas jogaram tinta e esterco em frente à Prefeitura de Anguillara Veneta, cidade localizada no norte da Itália. A frase ‘fora Bolsonaro’ ainda chegou a ser pichada por um grupo ambientalista chamado Rise Up 4 Climate Justice na fachada do prédio. A cidade em questão foi o local de nascimento do bisavô do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

O chefe do Executivo nacional brasileiro será recebido na cidade na próxima segunda-feira, 1, para receber o título de cidadão honorário pela prefeita Alessandra Buoso, que é ligada ao partido Liga Norte, de ultradireita. Nas redes sociais, o grupo responsável pela pichação justificou que não poderia ficar em silêncio após saber da decisão da Prefeitura em homenagear Bolsonaro. “Somos e sempre seremos contra quem aperta a mão de fascistas e machistas que exploram corpos e territórios“, disseram.

Outros atos também têm sido organizados pela população local, pelo sindicato da Confederação Geral Italiana do Trabalho e pelos partidos Democrático e da Refundação Comunista, para ocorrerem no dia da chegada de Bolsonaro a Anguillara Veneta. As manifestações devem ocorrer entre nove e onze horas da manhã, na praça Matteotti. Políticos italianos locais também se indignaram com a homenagem. A integrante da assembleia legislativa regional do Vêneto e vice-presidente do Partido Democrático na região, Vanessa Camani, por exemplo, chegou a tentar barrar a entrega do título com uma campanha nas redes sociais.

Publicação da vice-presidente do Partido Democrático na região, Vanessa Camani | Foto: Reprodução/Facebook

A proposta de homenagem foi assinada pela prefeita no dia 20 de outubro, mesma data em que o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid foi apresentado. No entanto, a prefeita Buoso afirmou em entrevista à agência de notícias italiana Ansa que a homenagem não tem motivação política e que somente pensou “nas pessoas do meu país que migraram para o Brasil e construíram uma vida até chegar à Presidência”.

O objetivo da homenagem, além disso, seria levar “o nome de Anguillara Veneta para o mundo”. Na Câmara local, houve nove votos a favor, três contra e um abstenção à proposta de homenagem, que destinou €9 mil, cerca de R$59 mil, para receber o presidente e sua comitiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.