França compra manuscritos desconhecidos de Marcel Proust

Material é composto por 19 fragmentos – cinco deles escritos de próprio punho pelo autor e outros cinco com texto impresso junto com anotações

O francês Marcel Proust | Foto: Domínio público

O Ministério da Cultura da França informou que o governo francês comprou manuscritos inéditos do escritor Marcel Proust (1871-1922).

Os escritos foram colocados à venda na famosa casa de leilões  Sotheby’s no dia 23 de maio, pela sobrinha-neta de Marcel Proust, Marie-Claude Mante.

O valor pago não foi revelado. O material será colocado em exibição pública em 2019, na Maison de Tante Léonie-Musée Marcel Proust, museu dedicado ao escritor.

O manuscrito é composto por 19 fragmentos – cinco deles escritos de próprio punho pelo autor e outros cinco com texto impresso junto com anotações.

Esse conjunto de manuscritos “desconhecidos” do público teve origem em um exemplar de luxo, em papel bíblia, que  Adrienne-Suzanne Mante-Proust, também conhecida por Suzy, mãe de Marie-Claude Mante, ganhou de seu tio Marcel.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.