Forte terremoto atinge Honduras e Cuba, mas autoridades cancelam alerta de tsunami

Epicentro do tremor está a 10 quilômetros de profundidade, no mar entre a ilha de Cuba e as costas de Honduras e Belize

Um forte terremoto de magnitude 7,8 na escala Richter atingiu áreas entre Honduras e Cuba na noite da última terça-feira (9/1) e provocou alerta de tsunami que poderia afetar Porto Rico e as Ilhas Virgens, mas depois foi cancelado.

De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (EUA) o tremor ocorreu por volta das 23 horas (horário local, 1 hora desta quarta-feira no horário de Brasília) e sua origem estava a 44 quilômetros ao leste do arquipélago das Ilhas de Cisne, que pertencem a Honduras e ficam no noroeste do Mar do Caribe.

O tremor, que teve 10 quilômetros de profundidade, ocorreu no mar, entre a ilha de Cuba e as costas de Honduras e Belize, segundo mostram os mapas do Serviço Geológico norte-americano.

O epicentro foi localizado a 201,9 quilômetros da localidade de Barra Patuca (Honduras), de 2.758 habitantes, e a 245,2 quilômetros do município de Puerto Lempira, que reúne 4.856 pessoas, assim como a 303,1 quilômetros de George Town, nas Ilhas Cayman.

Alerta de tsunami

A Rede Sísmica de Porto Rico cancelou para esse território e as Ilhas Virgens o alerta de tsunami que se seguiu ao terremoto de magnitude 7,6 na escala Richter.

Inicialmente, a entidade tinha emitido um alerta de tsunami para Porto Rico e as Ilhas Virgens, o que significava a possibilidade de fortes correntes nas áreas costeiras.

Após divulgar a informação sobre o tremor, e antes de ser cancelado o alerta de tsumani, o secretário de Segurança Pública de Porto Rico, Héctor Pesquera, informou que já tinha sido ativado um plano preventivo nos municípios costeiros da ilha.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.