Forças policiais de Goiás e do DF atuarão juntas no combate à criminalidade no Entorno

Governador Ronaldo Caiado anunciou a assinatura convênio para esta segunda-feira, 2, em Brasília

Foto: Reprodução

O governador Ronaldo Caiado (DEM) falou na manhã desta segunda-feira, 2, sobre as ações do governo de Goiás em parceria com o governo federal na área da Segurança Pública. Durante coletiva, Caiado destacou a implementação do Programa “Em Frente Brasil”, projeto piloto do Ministério da Justiça de combate à violência, e a entrega do presídio de Planaltina de Goiás.

“Nós fizemos um convênio com o governo federal, somos o primeiro Estado e a primeira capital a assinar este convênio. Assim temos, em Goiânia, a guarda nacional nas regiões e nos bairros mais carentes e nos próximos meses, acredito que em novembro, teremos a presença dos Ministérios da Educação, Saúde e Cidadania, que virão ocupar esses espaços para sentir a realidade dessas famílias. Eles darão orientação e também políticas sociais capazes de tirar as pessoas da dependência das drogas e da criminalidade”, explicou o governador.

Ainda de acordo com o governador, a situação de deficiência das penitenciárias e prisões em Goiás é uma herança que não se muda da noite para o dia. “Estamos lutando fortemente para ampliarmos cada vez mais as vagas [no sistema prisional] com segurança”, explica. “O que nós recebemos foi uma estrutura prisional que se transformou em um quartel general das facções, das quadrilhas instaladas no estado de Goiás”, complementa.

Segurança em foco

“No momento em que conseguimos realizar um trabalho firme dentro das penitenciárias e das prisões em Goiás, conseguimos diminuir as taxas criminais. Foi um compromisso sim, de campanha, e que estamos empenhados junto ao governo federal para avançar na Segurança”, conclui Caiado, ao pontuar que todos os crimes estão sendo elucidados pelas forças policiais.

Ao falar da região do Entorno, o governador explicou que ampliará a presença da polícia na região, já que a capital recebe o suporte da guarda nacional. “A situação em Goiânia já está bem controlada e, com isso, temos a condição de deslocar tropas para as regiões que ainda tem o maior índice de criminalidade, como a do Entorno. Lá sabemos que precisamos de apoio e, por isso, vamos assinar um convênio hoje, em Brasília, com as forças do Distrito Federal. As duas forças atuarão unidas para um combate integrado à criminalidade no Entorno”, finaliza.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.