Força-tarefa contra o Aedes em Goiás é a melhor do País, diz ministro

Em reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, o governador Marconi Perillo e o secretário estadual de saúde Leonardo Vilela, apresentaram ao ministro Marcelo Castro o programa do governo de Goiás para o combate ao mosquito 

Secretário estadual de saúde, Leonardo Vilela, e o governo Marconi Perillo apresentam ao ministro da Saúde, Marcelo Castro, o que está sendo feito em Goiás para o combate ao Aedes | Foto: Divulgação /Humberto Silva

Secretário estadual de saúde, Leonardo Vilela, e o governo Marconi Perillo apresentam ao ministro da Saúde, Marcelo Castro, o que está sendo feito em Goiás para o combate ao Aedes | Foto: Divulgação /Humberto Silva

O governador Marconi Perillo, acompanhado do secretário da Saúde, Leonardo Vilela, foi recebido na tarde desta quarta-feira (20/1), pelo ministro da Saúde, Marcelo Castro, a quem fez uma exposição do trabalho da força-tarefa do governo de Goiás, para o combate ao mosquito Aedes aegipty.

“O ministro ficou impressionado com o nosso trabalho. Chegou a dizer que a ação desenvolvida em Goiás, com informações online atualizadas de 30 em 30 segundos, é o melhor trabalho de gerenciamento do País”, afirmou o governador.

A Secretaria de Saúde de Goiás monitora e disponibiliza online todas as informações dos 246 municípios sobre os trabalhos que estão sendo desenvolvidos no Estado no combate ao mosquito transmissor das febres dengue, zika e chikungunya.

Durante a audiência, Marconi apresentou ao ministro vários pedidos de novas parcerias e o convidou para que esteja em Goiânia no próximo dia 28 para uma grande mobilização e prestação de contas sobre o que o Estado está fazendo nesta área. “Temos mais de 10 mil pessoas envolvidas, apoio de todos os prefeitos, policiais militares, bombeiros, servidores das prefeituras e da área da Saúde. Ele ficou muito satisfeito com o nosso trabalho”, disse Marconi. (Gabinete Imprensa)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.