Folha de pagamento de comissionados e servidores da educação segue atrasada em Jaraguá

Promotores entraram com ação para bloquear verbas da Prefeitura e efetuar depósitos, mas pedido foi negado na Justiça

Município de Jaraguá. Foto: Reprodução.

O promotor de justiça Everaldo Sebastião de Souza informou ao Jornal Opção que o pagamento dos servidores comissionados e funcionários administrativos da educação permanece atrasado em Jaraguá, interior de Goiás. Os promotores entraram com uma ação para bloquear verbas da Prefeitura e efetuar os pagamentos, mas pedido o foi negado na Justiça.

A Prefeitura terminou de acertar os pagamentos acumulados dos meses de outubro, novembro e dezembro no dia 31 de dezembro de 2019, mas o mês de janeiro novamente terminou com atrasos e sem previsão para normalização.

Everaldo Sebastião ressaltou ainda que existem dez denúncias contra o prefeito Zilomar Oliveira (PSDB). No ano passado, promotores pediram o afastamento do prefeito em razão de improbidade administrativa.

“A prefeitura não repassou o dinheiro do [empréstimo] consignado para os bancos. Os servidores fazem o empréstimo e Prefeitura desconta e repassa para os bancos, mas a prefeitura estava se apropriando do dinheiro do repasse e os bancos negativaram os servidores” declarou o promotor.

A reportagem entrou em contato com o prefeito Zilomar Oliveira, mas até a publicação da matéria não obtivemos retorno. O espaço permanece aberto.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.