Filiado ao Patriota, Romário Policarpo ainda não definiu “lado” para as eleições de 2022

A decisão terá que ser pesada entre relação de parceria pré-existente com Caiado e a relação partidária com Gustavo Mendanha, já afirmada pelo presidente estadual da sigla, Jorcelino Braga

Gabriela Macêdo
Ysabella Portela

O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo (Patriota), ainda está aberto na decisão de quem apoiará para o Governo de Goiás, ainda que sua tendência atual seja a de apoiar o atual governador, Ronaldo Caiado (União Brasil), com quem o parlamentar possui uma relação de amizade e companheirismo. Já em quanto a um dos principais adversários de Caiado, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (sem partido), o presidente da Câmara de Goiânia pode cogitar caminhar junto, caso o Patriota vá para o mesmo rumo do aparecidense.

Ao Jornal Opção, Policarpo diz que “possui uma ligação próxima com Caiado e o apoio tende a ser dele, mas é preciso considerar a questão partidária”, afirma. O parlamentar destaca que, se o Patriota andar com Mendanha, será preciso definir um lado, que até o momento, é incerto.

Isso, porque o presidente estadual do partido, Jorcelino Braga (Patriota), afirmou ao Jornal Opção que “o Patriota apoia o Gustavo Mendanha e não existe a possibilidade de ir com o atual Governo [de Ronaldo Caiado]”. Dessa forma, restará ao representante da Guarda Civil Metropolitana (GCM), se posicionar no apoio, visto que pelo cargo que ocupa dentro da Câmara Municipal, pesará na base sua decisão.

Visto que a tendência de Braga era permanecer em uma oposição a Caiado, ainda que grandes lideranças do Patriota sinalizassem apoio ao governo, Policarpo conta que chegou a pedir para Caiado ligar para Braga, na tentativa de uma reaproximação. No entanto, apesar da ligação ter ocorrido, o presidente não sabe como se deu o teor da conversa. “No mesmo dia que pedi para o Governador ligar, ele ligou. Sei que conversaram, mas não sei exatamente o que disseram. Ficaram de se encontrar pessoalmente, mas essa reunião não aconteceu”, disse. Como não houve avanço nas conversas, o apoio do partido segue com Mendanha, mesmo que haja uma frente caiadista dentro do Patriota, com o ex-prefeito de Trindade, Jânio Darrot e o atual, Marden Júnior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.