Filiação de Lívio Luciano aumenta chance de PSC conseguir três cadeiras na Alego, diz Eurípedes do Carmo

O PSC conta, hoje, com um deputado federal, Glaustin da Fokus, e com um deputado estadual na Alego, Henrique César, que foi o deputado mais votado nas eleições de 2018

Em meio às articulações para a construção da pré-candidatura do senador Luiz do Carmo (PSC) à reeleição pela chapa do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), o diretório regional do PSC quer dobrar a quantidade de deputados federais pela sigla, que conta com Glaustin da Fokus (PSC), e quer triplicar a bancada de deputados estaduais na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), que conta com Henrique César (PSC), que foi o deputado estadual mais votado nas eleições de 2018, com 46.545 votos.  

Segundo o presidente do partido, Eurípedes do Carmo, que também é o dirigente da Agência de Fomento de Goiás (Goiás Fomento), a chapa inclusive se fortaleceu ainda mais durante a “janela partidária”. Contou com as chegadas do senador Luiz do Carmo, irmão de dele e pré-candidato a reeleição, e do ex-presidente do Diretório Metropolitano do Democratas (hoje União Brasil) Lívio Luciano. Ambos devem ir às urnas nestas eleições de 2022 e fazem parte da estratégia de fortalecimento do partido. Lívio, deve concorrer a uma das 41 cadeiras disponíveis para a Alego.

Segundo o social-cristão, o político, que é assessor especial do Governo de Goiás e um dos nomes fortes de Caiado, está filiado há um tempo à sigla e deve se desincompatibilizar mais à frente, porque não é ordenador de despesas, mas deve voltar às urnas pela sigla. Lívio é primeiro suplente na chapa Podemos/PRP (hoje Patriota), com 17.729 votos. Ficou atrás de Major Araújo (hoje no PL) e Amauri Ribeiro (hoje no União Brasil). Foi o 45º político mais votado, mas assim como em 2014, ficou na suplência.

Naquele pleito, no entanto, o político obteve 16.620 votos e ficou apenas na terceira suplência da chapa Democratas/MDB, porém, assumiu a cadeira na Alego em 2016, após os deputados Adib Elias (sem partido) e Ernesto Roller (sem partido) vencerem, respectivamente, as eleições para a prefeitura de Catalão e de Formosa. Segundo Eurípedes, a chegada de Lívio fortalece o PSC porque se trata de um político que é amigo de Eurípedes e “sempre caminhou junto com ele”. “No PSC ele se encontrou, têm pessoas que são ligadas a ele que ampliam e facilitam o seu trabalho e a sua construção para que ele dispute o mandato de deputado estadual”, diz o presidente do partido.

Além de Lívio e Henrique César, o político diz que a chapa do PSC para a Alego será uma chapa forte e que tem a intenção de fazer três cadeiras. “Nossa meta é fazer dois deputados federais, e dois deputados federais”, disse o presidente, que não quis adiantar quais são os outros nomes que estarão na chapa social-cristã para a Alego e para a Câmara Federal.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.