Filiação de Gustavo Mendanha segue indefinida

Em encontro com ex-prefeitos e lideranças, o pré-candidato ao governo do Estado disse que anúncio sobre seu novo partido será na próxima semana

Marcos Aurélio Silva
Ysabella Portela

O prefeito de Aparecida de Goiânia e pré-candidato ao governo de Goiás, Gustavo Mendanha (sem partido), participa neste sábado, 12, de um evento batizado de “Gestão Inteligente e Política do Estado”, organizado pela Associação Goiana dos Ex-Prefeitos de Goiás (Agexp). No encontro, era aguardo que fosse anunciada sua filiação partidária, entretanto ainda segue a indefinição sobre qual sigla vai abarcar o projeto de candidatura do ex-emedebista.

Mendanha falou a imprensa durante o evento, mas fez questão de criar um suspense sobre sua filiação. O pré-candidato ao governo do Estado alega que há seis siglas que tem mantido diálogo visando filiação. O certo é que o flerte do prefeito de Aparecida é com o Patriota, partido que ainda mantém as portas abertas para o lançar como candidato a governador.

“Certeza que semana que vem faremos um evento de filiação partidária. Estou ouvindo companheiros. Na próxima semana haverá definição”, disse Mendanha.

Nos bastidores, os apoiadores do prefeito de Aparecida afirmam que não haverá surpresas, e que até a próxima terça-feira, 15, Mendanha deverá assinar sua ficha de filiação no Patriota.

Embora fossem aguardadas grandes lideranças politicas do estado, o evento não movimentou o cenário político do Estado. Compareceram representantes das seguintes legendas: PL, PP, PSD, PSDB, PTC, Patriota, DC, Podemos e Avante. Entre os principais nomes foram os deputados estaduais, Major Araújo (sem partido), Humberto Teófilo (sem partido), Paulo César Martins (MDB) e Claudio Meirelles, além da deputada federal Magda Mofatto (PL).

Desincompatibilização

Durante suas lives nas redes sociais e em eventos públicos, Gustavo Mendanha tem anunciado que em 31 de março vai se desincompatibilizar do cargo de Prefeito de Aparecida para colocar seu nome à disposição do grupo de oposição nas eleições estaduais de 2022. A partir desse momento, assumirá Vilmar Mariano (Podemos), aliado de Gustavo Mendanha, que tem afirmado que dará continuidade ao trabalho iniciado pelo atual prefeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.