Filho do deputado Mané de Oliveira é preso por roubo e porte ilegal de arma

Matheus Soares de Oliveira, de 26 anos, já tem passagem pela polícia. Em nota, parlamentar comentou ocorrido

Arquivo/Reprodução

O filho do deputado estadual Mané de Oliveira (PSDB) Matheus Soares de Oliveira, de 26 anos, foi preso nesta semana por porte ilegal de arma de fogo, posse de drogas, receptação e roubo. Conforme informações da Polícia Militar, o jovem e outros dois homens foram presos em operação de rotina na BR-060, Setor Caravelas, ainda na tarde de terça-feira (25).

O trio foi flagrado por um agente rodoviário federal em posse de um revólver calibre 38 e porções de drogas dentro de um veículo de pequeno porte, que seria de propriedade do parlamentar. O mesmo carro foi usado pelos suspeitos, no dia anterior à prisão, em ações de roubo no Setor Marista, região nobre da capital.

Vítimas foram chamadas até a delegacia, onde reconheceram os homens como os autores do crime. Matheus e os outros dois suspeitos seguem presos em unidade prisional da capital.

Em nota enviada à reportagem, o deputado Mané Oliveira disse ter ficado surpreendido com a notícia da prisão do filho e alegou ter ficado “profundamente abatido e desolado”.

“Agora, cabe a mim, especialmente como pai, aguardar a conclusão dos inquéritos e, ao final, restando comprovada sua participação em qualquer atividade criminosa, respeitar a decisão da Justiça e esperar que o Mateus responda pelos seus atos”, lamentou o parlamentar.

Matheus de Oliveira já tem passagem pela polícia por outros crimes. Em 2013, o jovem, então com 22 anos, foi preso por tráfico de drogas no Jardim Imperial, em Aparecida de Goiânia. Ele foi flagrado com cerca de oito frascos de lança-perfume comercializados a R$ 150 em uma festa.

Veja abaixo a íntegra da nota enviada à reportagem pelo deputado estadual Mané de Oliveira:

Em razão da minha militância na crônica esportiva e na vida política, acabei por me tornar um homem público. E, como tal, grande parte da população do nosso Estado conhece minhas batalhas e acompanha minha história de vida.

Não é segredo que meu filho caçula, Mateus Soares, infelizmente, há algum tempo vem se negando a seguir meus ensinamentos, optando por caminhos escusos e reprováveis.

Na tarde de ontem, dia 25/04/2017, fui surpreendido com a notícia de sua prisão, o que – como não poderia ser diferente – deixou-me profundamente abatido e desolado.

Agora, cabe a mim, especialmente como pai, aguardar a conclusão dos inquéritos e, ao final, restando comprovada sua participação em qualquer atividade criminosa, respeitar a decisão da justiça e esperar que o Mateus responda pelos seus atos, como qualquer pessoa.

Ademais, todos sabem que minha bandeira de campanha no pleito 2014 foi a luta pelo “fim da impunidade que gera violência”. Contando com o apoio irrestrito do povo de Goiás, fui eleito o Deputado mais bem votado do Estado.

E não vai ser agora, pela inconteste tristeza que me abate, que deixarei de lado minhas ideologias e princípios que sempre nortearam minha vida: o fim da impunidade não é restritivo a um ou outro, é para todos. Se meu filho Mateus Soares, após a conclusão dos trabalhos da Polícia Civil, for considerado culpado por qualquer crime; de qualquer natureza, deverá responder nos termos da Lei.

Manoel de Oliveira
Cronista esportivo e deputado estadual.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.