Filho de casal gay fica entre a vida e a morte após ser espancado por cinco dentro de escola

Adolescente de 14 anos teve um aneurisma cerebral e está em coma induzido

Um adolescente de 14 anos está em coma após ter sido espancado por outros cinco garotos dentro de uma escola pública da Grande São Paulo, nesta quinta-feira (5/3). Márcio Nogueira, um dos pais do garoto, em entrevista ao portal R7,  disse que a agressão foi motivada porque o menino é filho adotivo de um casal homossexual.

A vítima teve um aneurisma cerebral e está em coma induzido. Conforme boletim médico do Hospital Regional de Ferral de Vasconcelos, onde o garoto segue internado, é grave o estado de saúde do adolescente, que corre risco de morte.

“Eu não sabia que meu filho sofria preconceito por ser filho de um casal homossexual. O delegado que nos informou. Estamos tristes e decidimos divulgar o que aconteceu para que isso não se repita com outras crianças”, disse Márcio Nogueira à reportagem do portal de notícias da Rede Record.

A agressão foi presenciada pelo irmão mais novo da vítima. Os dois frequentam a unidade de ensino há cerca de oito anos.

Os pais dos adolescentes registraram um boletim de ocorrência e pretendem processar o Estado pelo ocorrido. “Eu estou pedindo muito que meu filho sobreviva a tudo isso, mas queremos também que a Justiça seja feita”, desabafou Márcio.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.