Filha de funkeira assassinada denuncia ataque no Facebook

Internauta diz que morte de Amanda Bueno foi um recado para que todas as mulheres aprendam a respeitar “um macho alfa”

Foto: Facebook [clique na imagem para ampliá-la]

Foto: Facebook [clique na imagem para ampliá-la]

A filha da funkeira goiana Amanda Bueno divulgou na última terça-feira (21/4) uma mensagem que recebeu via Facebook de um usuário chamado “Bruno Rouff”. Na mensagem, o internauta (que pode estar usando um perfil falso) debocha da morte de Amanda, assassinada no último dia 16, no Rio de Janeiro, pelo então noivo, Milton Severiano. 

“Que sirva de exemplo para você e que as mulheres aprendam a respeitar o macho alfa”, diz a mensagem. O usuário xinga a filha de Amanda, Emilly Cristina, de 11 anos, e ainda afirma que se ela quiser ver as fotos dela no Instituto Médico Legal (IML), basta procurá-lo.

Emilly divulgou a mensagem em seu perfil, pedindo para que as pessoas denunciem a página do usuário. “Gente, ajudem a denunciar esse Facebook. Vejam o que esse doente falou.”

O crime

Amanda foi assassinada pelo então noivo Milton Severiano, na casa ondem moravam, em Nova Iguaçu, Rio de Janeiro. Um vídeo de segurança mostra o momento em que o homem bate a cabeça da vítima em uma pedra, além de várias coronhadas. Depois, Milton entra na casa, pega algumas armas e dá dois tiros no rosto de Amanda.

O corpo da funkeira de 29 anos foi enterrado em Trindade, no último dia 19.

Deixe um comentário