Fieg lança programa de suporte à retomada econômica com tripé de auxílio para trabalhadores e empresários

Empenho se dará em eixos de qualificação e soluções estratégicas, com oferta de cursos e serviços em tecnologia

Em evento online realizado nesta segunda-feira, 20, a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) lançou o programa que deve dar suporte à retomada da economia goiana. Nomeado ‘Indústria + Forte’, o plano foi estruturado em três eixos, focando em qualificações para trabalhadores e soluções estratégicas para os empresários.

Durante a apresentação, ficaram detalhados os itens Educação, Tecnologia e Indústria Goiana. Os programas de qualificação serão feitos pelas instituições do Sistema S, Sesi/Senais e IEL.

A expectativa é que sejam ofertadas mais de 20 mil vagas de qualificação e requalificação profissional em 25 cursos diferentes. Segundo o detalhamento apresentado, todos os cursos serão em regime de Ensino à Distância (EaD) e gratuitos. Poderão acessar as capacitações jovens em busca do primeiro emprego, trabalhadores que desejam se requalificar e desempregados em busca de oportunidades.

No segundo ponto do programa, a Fieg promete oferecer serviços de tecnologias para “criar oportunidades para a indústria goiana se tornar mais competitiva, por meio da eficiência operacional”. Para isso, empresários poderão acessar consultorias em quatro projetos, como o de eficiência energética, que demonstra possibilidades de redução do consumo e de despesas com energia elétrica

“Essa é a Fieg do bem, trabalhamos há 70 anos com esse propósito”, destacou o presidente da Federação, Sandro Mabel, durante a apresentação do programa, quando também destacou as adaptações que serão necessárias “o mundo está mudando”.

O último ponto do projeto é voltado para empresas associadas à Fieg, também com promoção de qualificações e apresentação de soluções estratégicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.