A festa do morro dos Pireneus foi declarada Patrimônio Cultural Imaterial de Goiás, pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). O projeto de lei, nº 1574/23, foi aprovado em definitivo pelos deputados estaduais, na sessão de quarta-feira, 21. A autoria da proposta foi do deputado José Machado (PSDB).

“O reconhecimento oficial da Romaria em Louvor à Santíssima Trindade – Festa do Morro dos Pireneus, no município de Pirenópolis, como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Goiás, é fundamental para a valorização e proteção dessa manifestação cultural tão relevante”, enfatizou o parlamentar.

Na justificativo do texto, ele destacou que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) reconhece o patrimônio cultural como o conjunto de saberes, fazeres, expressões, práticas e produtos que representam a história, a memória e a identidade de um povo, o que, segundo o parlamentar, credencia a Romaria em Louvor à Santíssima Trindade – Festa do Morro dos Pireneus como grande valor histórico, cultural e religioso para a comunidade local.

Agora, o texto segue para apreciação da governadoria.

Leia também: Pirenópolis: “De que adianta Meio Ambiente bacana se as pessoas não podem usufruir daquilo?”, diz prefeito Nivaldo de Melo