Fechamento de unidades de Saúde em Goiânia aumenta demanda em UPA de Senador Canedo

Segundo diretora da unidade, o aumento na demanda se deve a pacientes de outros municípios, sendo a maioria da região Leste de Goiânia

Foto: Divulgação

Segundo a prefeitura de Senador Canado, aumentou em 100% o número de pessoas em busca de atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em relação a períodos anteriores. Em texto oficial, é informado que a média era de 300 a 400 assistências por dia. “Passou a ter um número de 600 pacientes diários”.

Ainda conforme o texto, a unidade, como os outros Prontos Socorros 24 Horas, da Vila Galvão, da São João e na Região do Jardim das Oliveiras, é Portas Abertas [não fecha nunca].

A diretora da UPA, Kátia Pereira, afirma que o principal motivo para o aumento da demanda são os pacientes de outros municípios. “Muitas unidades de saúde, principalmente da Região Leste, foram fechadas [como do Novo Mundo, em Goiânia], nisso a busca pela UPA tem aumentado, não só pelo público que vem de forma espontânea, mas também transportados pelo Samu e Bombeiros”

Outras justificativas

Kátia também justifica que 80% a 90% dos casos são de pacientes que buscam a UPA e o Pronto Socorro em atendimentos não emergenciais e de urgência. “Infelizmente, há casos de quem está lá em busca de atestado, e este casos não são priorizados, podendo atrapalhar e muito procedimentos de urgência, como os trazidos pelos Bombeiros, SAMU e outros”.

Apesar disso, ela explica, ainda, que nenhum procedimento é negado no local, mas existe a prioridade, conforme triagem. “Não importa o horário de chegada, sim a necessidade do atendimento”.

Atendimentos

A prefeitura de Senador Canedo reforçou ao Jornal Opção que “todos são atendidos e que a ideia é orientar os moradores para buscar unidades básicas. Explicar funcionamento da UPA” – pontua sobre o local ser destinado a casos de urgência.

Ainda sobre isso, conforme a comunicação, a situação se torna preocupante, no sentido em que um paciente em quadro mais simples pode prejudicar a prestação de socorro a uma urgência. Foi informado que, dos pacientes que vem de outras cidades, a maior parte é da região Leste de Goiânia, trazidos até por ambulâncias.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que “nenhuma unidade de saúde da região leste de Goiânia está fechada. O Distrito leste reúne nove Centros de Saúde da Família , 02 Centros de Saúde e 03 Cais. O Cais Novo Mundo, por exemplo, está funcionando normalmente e passa por uma reforma para proporcionar ainda mais qualidade ao atendimento aos usuários”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.