Fátima Mrué se recusa a atender requerimentos da CEI da Saúde, diz presidente

Vereador Clécio Alves (MDB) diz que chefe da pasta encaminhou diversos ofícios dizendo que não prestará informação ao colegiado

Fátima Mrué durante depoimento à CEI da Saúde | Foto: Larissa Quixabeira

A secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrué, se recusa a responder aos pedidos da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Saúde da Câmara Municipal. A informação é do presidente do colegiado, vereador Clécio Alves (MDB).

“A secretária Fátima encaminhou uma série de ofícios dizendo que não vai mais responder aos pedidos da CEI da Saúde. E digo mais: disse que tal atitude está respaldada pela Procuradoria do Município. Ela está dando um escarro na cara desse poder”, disse o vereador durante sessão plenária na manhã desta quarta-feira (11/4).

O Jornal Opção entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para confirmar a informação e a matéria será alterada assim que obtiver resposta.

A partir da polêmica, o vereador Jorge Kajuru (PRP) apresentou requerimento pedindo exoneração de Fátima Mrué da secretaria e colhe assinatura dos pares. Clécio Alves convocou uma reunião de urgência da CEI para decidir que providências tomar.

“Estou fazendo uma advertência a ela na condição de presidente, mas precisamos tomar uma decisão enquanto colegiado. Ou essa comissão se agacha a ela ou toma uma providência urgente. Não é preciso uma comissão para pedir informação da prefeitura. Qualquer vereador pode fazê-lo”, lembrou.

Em funcionamento desde o ano passado, a CEI da Saúde investiga a pasta e já constatou diversas irregularidades, muitas delas já alvos de inquéritos no Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). Vários servidores já prestaram depoimento ao colegiado e a própria secretária já foi convocada seis vezes a comparecer para oitiva na Câmara Municipal.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.