Fake news: Ipasgo esclarece que não cancelou atendimentos eletivos

Instituto esclarece que mudanças englobam apenas cirurgias eletivas e não possuem qualquer ligação com a substituição da presidência na semana passada e seguem, na verdade, uma recomendação da OMS. Entenda

Sede do Ipasgo | Foto: Reprodução

Tem circulado nas redes sociais uma suposta nota técnica assinada pelo Instituto de Assistência dos Servidores do Estado de Goiás (Ipasgo) que diz que todos os atendimentos eletivos estão temporariamente suspensos em decorrência da “situação de crise pela qual atravessa o órgão”. Como justificativa da decisão, o documento cita, ainda, a substituição da presidência do Instituto realizada na semana passada e argumenta que as mudanças irão acarretar na perda da cobertura de milhares de segurados.

No entanto, conforme apurado pela reportagem, trata-se de uma notícia falsa. Em comunicado oficial, o Ipasgo esclareceu que todos os exames estão liberados e que não houve qualquer alteração na cobertura dos exames para o diagnóstico da Covid-19. As mudanças em relação às cirurgias eletivas não possuem qualquer ligação com a substituição do presidente do Ispasgo na semana passada e segue, na verdade, uma recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

“A suspensão das cirurgias e serviços em caráter eletivos tem como objetivo evitar o colapso nos hospitais, com a superlotação e também ajudar na liberação de leitos para atender aos casos de internação em função da pandemia do novo coronavírus e casos gerais de urgência e emergência. Neste período, somente serão efetivados procedimentos e cirurgias que tenham riscos e necessidades de caráter emergencial”, explica o Instituto.

Atendimentos autorizados

O Ipasgo explicou que as alterações não afetaram atendimentos de urgência e emergência e também para gestantes que estão em fase de período pré-natal ou com partos agendados. Também não afetam pacientes oncológicos; doentes crônicos; tratamentos continuados; revisões pós-operatórias; controle da dor e disfunções orgânicas; diagnóstico e terapias em oncologia; psiquiatria e aqueles tratamentos cuja não realização ou interrupção coloque em risco o paciente.

Ao total, 14 especialidades e serviços estão autorizados, assim como atendimentos de urgência e emergência, em qualquer área, incluindo pediatria. Para o público infantil, o Ipasgo possui duas unidades de pronto-atendimento 24 horas, em Goiânia e Aparecida.

O informe lembra ainda que a realização de qualquer tipo de exame também está liberada. Os serviços devem ser executados desde que a solicitação já tenha sido cadastrada pelo profissional médico no sistema Ipasgo e autorizada pela auditoria do órgão. 

As especialidades autorizadas são: psicologia, psiquiatria, ginecologia e obstetrícia, atendimentos referentes a revisão de cirurgias, oncologia, neurocirurgia, neurologia, cardiologia, colonoscopia terapêutica, endoscopia terapêutica, infectologia e pneumologia. Em caso de dúvidas basta discar 0800 62 1919

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.