Faculdade de Educação da UFG rejeita diálogo e alunos hostilizam Raquel Teixeira

Professores alegaram desconforto e pediram o cancelamento da reunião, marcada pela própria unidade

Auditório da Faculdade de Educação, minutos antes dos alunos protestarem | Foto: Marcelo Gouveia / Jornal Opção

Auditório da Faculdade de Educação, minutos antes dos alunos protestarem | Foto: Marcelo Gouveia / Jornal Opção

A reunião do Conselho Diretor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (UFG) para discutir a implantação da gestão por Organizações Sociais (OSs) acabou frustrada na tarde desta quarta-feira (20/1). Alunos e professores da unidade hostilizaram a presença da secretária Raquel Teixeira na reunião, marcada por um clima de tensão e praticamente nenhum diálogo.

O encontro estava marcado para às 14 horas e teria início com uma exposição da auxiliar sobre o projeto do governo do Estado. Antes que isso ocorresse, no entanto, professores da Faculdade de Educação fizeram uso da palavra para questionar a pauta do encontro, argumentando que a unidade já havia se posicionado contrária à proposta.

Os docentes também alegaram estar desconfortáveis com a reunião e pediram o cancelamento das discussões. Antes que o pedido fosse colocado em votação, a secretária Raquel Teixeira pôde, enfim, fazer uso da palavra.

Em poucos minutos, e interrompida por mais de uma vez, a auxiliar reforçou a constitucionalidade do projeto que prevê a gestão compartilhada por OSs e lembrou que havia sido convidada pela faculdade para participar do encontro.

“O projeto está em andamento, mas também está em construção e considero a Faculdade de Educação um espaço adequado para o debate”, finalizou a secretaria. Após o breve discurso, os professores acataram por unanimidade o pedido para cancelar a reunião.

A saída da secretária foi marcada por momentos de tensão. Raquel Teixeira foi seguida pelos estudantes, aos gritos, até a porta do prédio da Faculdade de Educação, no Setor Leste Universitário. Na porta da unidade, manifestantes obstruíram o trânsito por alguns minutos ao impedir a passagem do carro em que estava a secretária.

6 respostas para “Faculdade de Educação da UFG rejeita diálogo e alunos hostilizam Raquel Teixeira”

  1. Yago disse:

    Acho uma estupidez esse tipo de protesto.

  2. Deivid Oliveira disse:

    Toda manifestação é válida desde que sem violência.
    Não vejo nada de estúpido na manifestação dos estudantes…

  3. Wanessa disse:

    Nossa que peninha dela em!! Podre fora!

  4. Caio Carvalho disse:

    Esses erquerdopatas ficam fazendo essa burrices por conta de uma ideologia atrasada e estupida. Quando não dão conta que argumentar, fazem essa besteira com a secretária. Claro que o novo modelo de gestão tem que ser testado, as escolas públicas são um caos do jeito que estão. Deu certo esse sistema com hospitais porque não dará com as escolas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.