Facebook desativa rede de fake news ligada ao MBL, diz agência

Informações são de fontes ouvidas pela agência de notícias Reuters

A agência de notícias Reuters informou que o Facebook retirou do ar nesta quarta-feira (26/7) uma rede de páginas e contas usadas para divulgação de notícias falsas por membros do grupo ativista Movimento Brasil Livre (MBL).

A ação integra parte dos esforços para reprimir perfis enganosos antes das eleições de outubro. As informações são de fontes ouvidas pela Reuters.

O Facebook confirmou em comunicado que desativou 196 páginas e 87 contas no Brasil por sua participação em “uma rede coordenada que se ocultava com o uso de contas falsas no Facebook, e escondia das pessoas a natureza e a origem de seu conteúdo com o propósito de gerar divisão e espalhar desinformação”. O comunicado, entretanto, não identifica as páginas ou usuários envolvidos.

Segundo as fontes, a rede de fake news permitia que os membros do MBL fossem “capazes de divulgar mensagens coordenadas como se as notícias viessem de diferentes veículos de comunicação independentes, de acordo com as fontes”.

Ainda segundo a Reuters, as páginas desativadas somavam mais de meio milhão de seguidores e variavam de notícias sensacionalistas a temas políticos.

Deixe um comentário