Exoneração será definitiva para ao menos 900 dos 3,1 mil comissionados que perderam o vínculo com o Estado

Corte linear de 30% será aplicado em todas as secretarias. Algumas pastas já começaram a elaborar listas para novas nomeações

Dos 3.114 servidores que tiveram o vínculo com o Governo de Goiás encerrado na quinta-feira, 28, ao menos 900 serão exonerados definitivamente. É que o governador Ronaldo Caiado (DEM) determinou que todas as secretarias façam um corte linear de 30% no número de comissionados.

Segundo apurou o Jornal Opção, algumas secretarias começaram a enviar à Secretaria de Administração (Sead) a lista com os nomes dos servidores que serão nomeados. A quantidade de exonerados pode superar os 900 do corte linear, já que as pastas poderão substituir parte dos que tiveram o vínculo encerrado.

Até a quinta-feira, 28, o Estado tinha 4.689 servidores comissionados na folha de pagamento, segundo a Sead. Desses, 1.575 permaneceram em seus cargos. Para manter a máquina funcionando, o Governo de Goiás também prorrogou por mais 45 dias os vínculos de superintendentes e gerentes que venceriam junto dos demais comissionados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Irene eCruz

Bom, agora queremos ter certeza das demissões no Tce. Por favor governador, aquele órgão precisa de CORTES. Inviável.

Patrícia Cirreia

Qtos serão demitidos no Tce? La ta entupido de comissionados apadrinhados das gestoes anteriores. O menor salario 7000,00 pode?e, não aparecem no órgão.

Luzia vecci

Concordo com Patrícia, queremos justiça, queremos a saída de TODOS apadrinhados do Tce. Q horror.

ziro

Decepcionante, ao invés de reduz a máquina pública, rescindir definitivamente todos, sem exceções, os contratos com comocionados, ainda mantém contra os interesses do eleitorado a velha politicagem de seus cabos eleitoras. Na minha modesta opinião, isso se chama “furto” dos recursos públicos fundamentais para a manutenção de serviços essenciais como da saúde pública…..