Exoneração de secretário Nacional de Juventude é publicada no Diário Oficial da União

Bruno Moreira Santos pediu demissão após repercussão negativa de declaração sobre chacina de presos em Roraima

Ex-secretário disse que “tinha que fazer uma chacina por semana” | Foto: Naiara Pontes/Segov

Foi publicada na edição do Diário Oficial da União desta terça-feira (10/1) a exoneração de Bruno Moreira Santos da Secretaria Nacional de Juventude. O ex-secretário da pasta ligada diretamente à Presidência da República pediu demissão do cargo após a repercussão negativa de uma declaração sobre o massacre que ocorreu no presídio de Roraima na última semana.

Bruno afirmou que “tinha que matar mais [presos]; tinha que fazer uma chacina por semana”. Ele, que também é presidente licenciado da Juventude Nacional do PMDB, afirmou que a declaração havia sido feita “em caráter pessoal”, após a entrevista.

Por meio de nota, o ex-secretário disse que há uma “valorização muito grande” da morte de condenados e que “embora o presidiário mereça respeito e consideração, é necessário valorizar mais o combate à violência com mecanismos que o Estado não tem conseguido colocar a disposição da população plenamente”.

Bruno estava no cargo desde junho do ano passado. (Com informações da Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.