Ex-secretário de Saúde do DF vira réu por fraudes em contratos

Rafael Barbosa teria obtido vantagem econômica ilícita ao fechar acordo com dispensa de licitação

Foto: Reprodução | Facebook

O ex-secretário de Saúde do Distrito Federal Rafael Barbosa, o seu assessor à época Cícero Sobrinho e a empresa Agropecuária São Gabriel LTDA se tornaram réus em uma ação ajuizada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) que apura denúncia de irregularidades em contratos de locação de imóveis com dispensa de licitação.

Segundo informações do MPDFT, os envolvidos no esquema teriam agido em conjunto e a fim de obter vantagem econômica ilícita para celebrar contrato irregular, com dispensa de licitação, a fim de efetivar aluguel de imóveis que não eram necessários para a administração e estavam acima do preço de cotação.

“Na espécie, tenho como presentes os indícios necessários para prosseguimento da demanda, pois, como destacado na decisão que apreciou a medida cautelar, os documentos juntados aos autos são suficientes para denotar a verossimilhança das alegações do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios quanto às irregularidades na contratação”, afirmou a 1ª Vara de Fazenda Pública do Distrito Federal ao receber a ação. (Com informações do TJDFT)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.