Ex-secretário de Cultura assume ter escrito discurso que parafraseou ministro nazista 

Ele considerou ter errado “terrivelmente” ao não “pesquisar com cuidado”. Além disso, Roberto Alvim se desculpou com a comunidade judaica e disse ter repúdio ao nazismo e outros regimes genocidas

Foto: Reprodução/ Twitter Secretaria Especial da Cultura

Após o ex-secretário da Cultura do Governo Bolsonaro parafrasear o ministro da propaganda nazista, Joseph Goebbels, em um vídeo divulgado nas redes sociais, Roberto Alvim acabou assumindo a responsabilidade do discurso.

Segundo informações da Revista Veja, no último domingo, 19, ele disparou um áudio aos seus contatos em um aplicativo de mensagens onde considerou ter errado “terrivelmente”.

Alvim também isentou sua assessoria da culpa e confirmou ter escrito o próprio discurso. “Eu escrevi o texto do meu discurso no vídeo, a partir de várias fontes e ideias, me chegaram de muitos lugares”.

Depois, o ex-secretário acrescentou: “Não percebi nada errado ali… mas errei terrivelmente ao não pesquisar com cuidado a origem e as associações de algumas frases e ideias e assumo a responsabilidade por meu erro. Perdi tudo por causa desse erro terrível”.

Por fim, ele se desculpou com a comunidade judaica e disse ter repúdio ao nazismo e outros regimes genocidas. (Com informações da Revista Veja)

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.