Ex-primeira-dama de Firminópolis é presa por usurpação de função pública na Secretaria Municipal de Saúde

Nilza Rosa da Silva estaria intermediando realização de consultas, exames médicos e doação de medicamentos custeados pelo município, com objetivo de induzir pacientes com problemas de saúde a apoiarem certos candidatos a vereador e prefeito

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia de Firminópolis, prendeu em flagrante delito nesta sexta-feira, 6, a ex-primeira-dama Nilza Rosa da Silva. Ela é acusada pelo crime de de usurpação de função pública na Secretaria Municipal de Saúde. Conforme informações da PC, o crime não cabe fiança na delegacia.

Nilza Rosa da Silva estaria se passando por servidora da Secretaria de Saúde do Município e, com finalidade eleitoral, estaria intermediando a realização de consultas, exames médicos e doação de medicamentos custeados pelo município. O objetivo era induzir pacientes com problemas de saúde a apoiarem certos candidatos a vereador e prefeito.

Durante a prisão, foram ouvidos funcionários da Secretaria de Saúde que confirmaram que ela, apesar de não ter nenhum vínculo com o serviço público, vinha agindo como se fosse Secretária de Saúde. Pessoas que buscaram atendimento na Secretaria também relataram terem sido atendidos pela autora.

A ex-primeira-dama do município, em virtude de condenações por improbidade administrativa, já teve seus direitos políticos suspensos, não podendo exercer cargos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.