Ex-presidente do Paraguai é alvo de mandado de prisão na Operação Lava Jato

Horacio Cartes é suspeito de ter ajudado o doleiro Dario Messer a ocultar patrimônio e fugir

Ex-presidente do Paraguai, Horacio Carte | Foto: Reprodução

O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de mandato de prisão preventiva pela Operação Lava Jato. A decisão é do juiz Marcelo Bretas, que expediu 16 mandados de prisão preventivas e 3 temporárias. Desdobramento da Operação Câmbio Desligo, a Operação Patron investiga pessoas suspeitas de fornecerem apoio a fuga e à ocultação de bens de Dario Messer, conhecido como o “doleiro dos doleiros”.

Segundo informações, em junho de 2018,  Carter enviou uma carta ao ex-presidente pedindo US$ 500 mil para gastos jurídicos. O doleiro estava foragido e teria recebido a quantia por intermédio de Roque Fabiano Silveira. O ex-presidente paraguaio Horacio Cartes deixou o poder em agosto de 2018 após cinco anos no poder.

O nome dos investigados que moram no Paraguai e nos Estados Unidos serão incluídos na Difusão Vermelha da Interpol. A operação é realizada pela Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.