Ex-prefeitos insistem na aliança entre Marconi e Mendanha

Associação Goiana de Ex-prefeitos (Agexp) quer ser o “pai” da união entre o tucano e o patriota

Embora não antecipe datas, a Associação Goiana de Ex-prefeitos (Agexp) planeja novas agendas com o pré-candidato ao governo de Goiás, Gustavo Mendanha (Patriota) e com o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). O objetivo dos encontros, similares ao que ocorreu na segunda-feira, 25, é tentar viabilizar uma possível aliança entre os políticos e ocorreu com portas fechadas.

Ao Jornal Opção, o presidente da associação, o ex-prefeito de Niquelândia, Ronan Batista, disse que desde o início a Agexp tem o objetivo de concretizar essa aliança. “A gente não impõe a parceria, mas acreditamos que esse é o melhor caminho, baseado na nossa experiência política”, afirma. A Agexp tem feito diversas reuniões em ninho tucano e também com o candidato do Patriota. A primeira foi no dia 12 de março, quando Mendanha anunciou a candidatura. A segunda, dia 9 de abril, com a presença de Perillo. Nenhuma reunião da associação contou com a aparição dos dois ao mesmo tempo. Oficialmente, Mendanha descarta aliança no primeiro turno. Ambos, no entanto, seguem conversando. O empecilho continua sendo a direção do Patriota, que resiste à composição com Marconi.

“Mendanha falou bem de Marconi e Marconi disse coisas boas sobre o Gustavo, queremos ser o pai dessa união e, mesmo sabendo que problemas aparecerão, temos a convicção de que quando há consideração e respeitos de ambos os lados, isso facilita”, diz Ronan. Ao ser questionado se o problema apresentado era o presidente estadual do Patriota, Jorcelino Braga, por este ter um desafeto com Perillo, o ex-prefeito diz que é “evidente a dificuldade, mas ela precisa ser superada”. Ronam afirma que outras reuniões serão marcadas, inclusive, com Braga.

Nos bastidores, a hipótese é que Marconi esteja à frente das articulações de agendas com os ex-prefeitos com o propósito de pressionar a aliança com Jorcelino Braga, presidente do Patriota em Goiás.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.