Ex-prefeito de Goiânia, ex-vereador e ex- presidente do TJ, morre Messias de Souza

Em vida, assumiu mandato interino da prefeitura por um mês, em 1955

Morreu na noite de quinta-feira, 17, o ex-presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), Messias de Souza Costa, aos 94 anos de idade. Desembargador, ele também atuou como prefeito de Goiânia, entre de 2 de fevereiro e 5 de março de 1955. Antes disso, também foi presidente da Câmara Municipal, onde exerceu dois mandatos de vereador.

Messias de Souza estava acamado, sofrendo com condições de saúde agravadas pela Covid-19 e não resistiu às complicações. Segundo a família, o velório acontece até as 14 horas desta sexta, na Paz Universal, Setor Coimbra. Após o encerramento do velório, o corpo segue para sepultamento no Cemitério Jardim das Palmeiras, às 15 horas.

Nascido em Inhumas, em 9 de dezembro de 1927, Messias de Souza começou a carreira no meio político ainda jovem, como co-fundador e primeiro presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio do Estado de Goiás. Na Prefeitura de Goiânia, ficou pouco mais de um mês, de forma interina, entre o fim da segunda gestão de Venerando de Freitas Borges e a posse do prefeito eleito João de Paula Teixeira Filho. Na ocasião, como presidente da Câmara Municipal, assumiu para preparar a transição entre os dois governos, após eleições suplementares no bairro de Campinas.

Ao longo da carreira, foi nomeado pelo Presidente Juscelino Kubitschek Juiz Suplente da 1ª Juntas de Conciliação e Julgamento de Goiânia (JCJ), de 1960 a 1968. Fora do município, atuou também nas JCJs de Uberlândia, Uberaba e 1ª de Anápolis. Como Procurador do Estado, foi aprovado em primeiro lugar no concurso para Juiz de Direito. Além disso também foi fundador, presidente e secretário-geral da Associação Goiana de Municípios; presidente, vice-presidente e corregedor-geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE); e presidente, vice-presidente, corregedor-geral e desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Goiás.

Casado com Helvétia de Souza Costa, teve quatro filhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.