Ex-namorado confessa assassinato de dançarina encontrada morta em apartamento

Ex-integrante da banda Aviões do Forró foi encontrada três dias após morte depois que vizinhos informaram a polícia de cheiro forte

Foto: divulgação/ Facebook

Foto: divulgação/ Facebook

O ex-namorado da dançarina Ana Carolina Vieira, Anderson Rodrigues Leitão, foi preso no fim da tarde da última quarta-feira (4/11) após confessar à Polícia Civil a autoria do assassinato da jovem de 30 anos. A ex-integrante da banda Aviões do Forró foi encontrada morta em seu apartamento em São Paulo, na manhã de quarta-feira, com sinais de estrangulamento. Em junho deste ano, Ana participou de um concurso para se tornar a bailarina do programa “Domingão do Faustão”, da Rede Globo.

O caso tem gerado grande repercussão. Na Câmara Municipal de Goiânia, as vereadoras Tatiana Lemos (PC do B) e Dra. Cristina Lopes (PSDB) falaram sobre o assassinato, frisando que a violência contra a mulher é um tema que deve ser constantemente debatido e que deve ter a devida atenção das autoridades e da sociedade em geral.

A Polícia Militar chegou ao apartamento após denúncia dos vizinhos, que disseram que um cheiro muito forte vinha do andar onde a jovem morava. No local, os policiais encontraram a dançarina morta na cama e com sinais de violência. Até o momento, acredita-se que ela foi encontrada pelo menos dois dias depois de morta.

Anderson Rodrigues Leitão disse que matou a jovem por ciúmes, na segunda-feira (2/11). Em entrevista ao porta de notícias G1, o homem afirmou que brigou com Ana Carolina, que estava irritada por Leitão ter olhado suas mensagens no celular. A jovem ainda teria dito que gostaria de ver o ex-namorado morto. “Montei em cima dela e a estrangulei com as minhas próprias mãos. Quando me dei conta, ela já estava apagada, e não tinha mais o que fazer”, afirmou.

O homem, que vai responder por homicídio e ocultação de cadáver, disse à polícia que passou os dois dias ao lado do corpo da ex-namorada, e que chegou a tomar veneno de rato, mas a substância não surtiu efeito. O casal havia rompido o relacionamento há pouco tempo, e Ana deixou que Anderson entrasse no edifício na última segunda-feira após muita insistência. (Com informações do G1)

Caso também gerou grande revolta nas redes sociais. Internautas postaram comentários em diversas fotos de Anderson, xingando-o e pedindo por Justiça. Um pouco antes de ser preso, o homem postou a seguinte frase no Facebook: “Deus tenha misericórdia das nossas almas, adeus a todos”.

anderson-1

anderson-2

anderson-3

Deixe um comentário