Ex-mulher de Bolsonaro, Ana Cristina Valle, irá depor na CPI da Pandemia

Ela deverá esclarecer qual a sua relação com advogado da Precisa Medicamentos

Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução

A CPI da Pandemia aprovou nesta quarta-feira, 15, a convocação de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), para prestação de depoimento na Comissão. Ela precisará explicar qual é a sua relação com Marconny de Faria, advogado da Precisa Medicamentos, apontado como lobista da empresa. 

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE)  foi quem apresentou o requerimento de convocação de Ana Cristina, alegando que a relação entre ela e Marconny pode apontar para “potencial atuação ilícita de ambos no contexto da pandemia”. 

De acordo com o Poder 360, esse argumento foi pautado no fato de que mensagens extraídas de um celular que está em posse da CPI, evidenciam que a ex-mulher de Bolsonaro fez contato com o Palácio do Planalto para influenciar o processo de escolha do Defensor Público-Geral Federal, junto ao então Ministro da Secretaria Geral da Presidência, Jorge Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.