Ex-jogador do Flamengo e do Botafogo, o meia-atacante Everton, de 34 anos, é apontado como suspeito de importunação sexual e lesão corporal contra duas mulheres. A ocorrência foi registrada numa delegacia da Polícia Civil de Paulínia, no Estado de São Paulo, na segunda-feira, 13.

Everton, de acordo com a denúncia, teria passado as mãos nas nádegas de duas irmãs. Os três estavam num churrasco. Quando advertido a respeito do abuso, o jogador teria agredido as jovens.

No momento, Everton joga na Ponte Preta, da Série B. Ele foi campeão pelo Flamengo em 2009 e jogou pelo Botafogo, no São Paulo, Grêmio e Athletico (PR).

O jogador não preso pela polícia e seu contrato não foi rescindido pela Ponte Preta.

Everton ainda não se manifestou a respeito da denúncia.