Ex-governador Marconi Perillo permanece internado em São Paulo

Tucano fará novo procedimento médico nesta sexta-feira, 29, e, por isso, teve a alta adiada

Ainda debilitado, o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou que decidiu, junto à equipe médica, manter a internação. Ele explicou que a ablação, instrumento que corrige a arritmia, será realizada nesta sexta-feira, 29, e, por isso, resolveram adiar sua alta, que estava prevista para essa quinta-feira, 28. O tucano foi internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na noite de quarta-feira, 27, em virtude de uma arritmia cardíaca.

Perillo começou a sentir mal-estar e fraqueza durante reuniões na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em São Paulo, onde trabalha. Segundo os médicos, a pressão arterial estava em 8 por 6, saturação 89 e frequência cardíaca de 140 batimentos por minuto (bpm). O intervalo considerado regular é de 60 a 100 bpm. Ele necessitou ser submetido a cardioversão elétrica externa, um choque elétrico no peito para reverter a arritmia.

O boletim do Sírio, assinado pelo médico Maurício Scanavaca, afirma que houve “recorrência do Flutter Atrial (em coração estruturalmente normal) que necessitou de internação hospitalar para reversão e restabelecimento do ritmo normal”. Devido a internação do companheiro de partido, o presidenciável João Doria (PSDB) cancelou a vinda a Goiás prevista para essa quinta-feira. Ele visitaria a Capital e Trindade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.