Ex-funcionário que vazou vídeo de Waack publica foto na cadeira do jornalista afastado

Rede Globo determinou uma reunião com toda a equipe de segurança para identificar os responsáveis pela entrada de Diego Rocha na redação do Jornal da Globo

Diego Rocha Pereira | Foto: Reprodução/Instagram

O ex-funcionário da Globo, Diego Rocha Pereira, que admitiu ter gravado e vazado o vídeo que exibia William Waack fazendo um comentário racista antes de uma transmissão ao vivo no final do ano passado, entrou na redação do Jornal da Globo e tirou uma foto sentado na cadeira que antes era ocupada pelo jornalista que foi afastado.

Com ironia, Diego publicou a foto em suas redes sociais com a mensagem “O Que Acham?”, seguida das hashtags #didiconoplimplim #tvglobo #sechamareupenso.

De acordo com o portal UOL, um funcionário da Globo na portaria autorizou a entrada de Diego depois que ele disse que precisava ir até o RH resolver problemas pessoais.

Alguns jornalistas se identificaram no fundo da foto e, por conta das roupas que usavam, desconfiam que a imagem tenha sido feita ainda esta semana.

Por conta do caso, a Globo está fazendo uma varredura para descobrir quando e quanto tempo Diego ficou na emissora, por onde andou, quem facilitou ou autorizou sua entrada. Desconfia-se ainda que um jornalista da redação quem tirou a foto. Uma reunião foi marcada nesta quarta-feira (6/12) com toda a equipe de segurança para definir o que será feito.

Deixe um comentário

Inveja é um sentimento pequeno de gente medíocre.

ele fazer justiça é uma coisa, ele ser um santo é outra bem diferente como se vê.

É o deboche e a falta de ética se alastrando em todas os setores e as atividades da vida dos brasileiros. Muito triste….