Segundo o advogado, Meurer sofreu uma parada cardíaca

O ex-deputado federal Nelson Meurer, de 77 anos, morreu na manhã deste domingo, 12, vítima da Covid-19. Ele estava internado em um hospital no Paraná. Um dos alvos da Lava Jato, Meurer cumpria pena de 13 anos e 9 meses pelos crimes de corrupção e lavavem de dinheiro.

Ele estava preso desde outubro de 2019, na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão e a defesa havia pedido que o ex-deputado fosse para prisão domiciliar por causa do medo do coronavírus, mas o STF negou o pedido.

Segundo o advogado Michel Saliba, Nelson Meurer teve uma parada cardíaca. “Lutei muito para que isso não acontecesse, para que ele fosse para a casa. Mas o ministro Edson Fachin não garantiu nem o isolamento, principalmente para ele que era do grupo de risco”, afirmou.