Ex de Collor, Rosane fala de futuro na política e manda recado: “Ele vai pagar”

25 anos depois do impeachment do ex-presidente, Rosane Collor conta que ainda enfrenta imbróglio litigioso pela partilha de bens e pensões alimentícias atrasadas

Reprodução

A ex-esposa do ex-presidente Fernando Collor de Mello, Rosane Collor, concedeu entrevista ao jornal carioca “Extra” nesta semana e revelou detalhes sobre a atual relação com o marido e disse não descartar um futuro na política em breve.

Divorciada há 12 anos, Rosane conta que ainda enfrenta imbróglio litigioso pela partilha de bens e pensões alimentícias atrasadas. Frente aos escândalos de corrupção de Collor, ela comemora o processo de divórcio, definindo-o como “o maior livramento” da sua vida.

“Quando vejo o envolvimento dele em vários esquemas ainda hoje, penso que Deus me deu o maior livramento da minha vida. Faria tudo ao contrário, mas tenho certeza que a Justiça será feita e ele vai pagar por seus erros”, disse à publicação.

Residente de Maceió, Rosane prepara para a publicação de seu segundo livro. O primeiro foi lançado em 2014 com o título de “Rosane Malta, tudo o que vi e vivi”. Segundo ela, a nova publicação será para “escrever um novo capítulo” na sua vida.

Sobre os possíveis planos políticos, ela afirma que, ainda hoje, recebe convites para se candidatar. Ela não descarta a possibilidade, mas diz que pretende primeiro desvincular sua imagem do ex-marido e, para isso, pretende por fim ao imbróglio que se arrasta na Justiça há mais de uma década.

“Recebo convites para atuar na política até hoje. Nunca disse que não entraria. Se fosse para escolher, me candidataria a deputada federal. Quero legislar pelas mulheres e trabalhar para que haja educação no país”, adiantou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.