Ex-chefe de gabinete de Lincoln Tejota tem liberdade para fazer “dobradinhas” em municípios estratégicos

Luiz Sampaio trocou o Cidadania, que é dirigido pelo vice-governador, Lincoln Tejota, para tentar concorrer a uma das 41 cadeiras disponíveis na Alego pela segunda vez

Pré-candidato a uma das 41 cadeiras disponíveis para a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) nestas eleições, Luiz Sampaio (Solidariedade), ex-chefe de gabinete do vice-governador, Lincoln Tejota (Cidadania), trocou o Cidadania pelo Solidariedade no último final de semana. A filiação foi consolidada a convite do presidente do diretório regional do partido, o deputado federal Lucas Virgílio. Segundo ele, na sigla, terá liberdade para caminhar com pré-candidatos a Câmara Federal da nova agremiação e também de outras siglas.  

O político deve “dobrar” em Três Ranchos, Urutaí, Orizona, Água Limpa e Rio Quente com o presidente do Solidariedade, Lucas Vergílio. Já em Catalão, com um candidato que for definido pelo grupo de Helder Galdino, Onofre Galdino e Orioval Cândido, que devem lançar um pré-candidato à Câmara Federal também pelo Solidariedade. Nos demais municípios da Região Nordeste, do Vale do São Patrício e da Região da Estrada de Ferro, o político deve caminhar com os deputados federais Glaustin da Fokus (PSC), José Mário Schreiner (MDB), Adriano do Baldy (Progressistas), José Nelto (Progressistas) e Flávia Morais (PDT).

“A tendência estes sejam os meus apoios [nas eleições deste ano]”, explica. As alianças com eles, no entanto, devem se dar em casos específicos. A regra é a dobradinha de Sampaio com o correligionário que presidente o partido.

Segunda tentativa 

Esta será a segunda tentativa de Luiz Sampaio concorrer a uma cadeira na Alego. Em 2018, ele disputou o posto pelo DC e ficou na segunda suplência, com 12.993 votos, na chapa que elegeu Rafael Gouveia (hoje no Republicanos) e Zé Carapô (hoje no Pros). Segundo o político, esta será uma candidatura “mais real”, com 14 prefeitos, 100 vereadores na base e uma consolidação mais robusta para voltar às urnas. “São momentos diferentes. Agora voltamos a concorrer a uma cadeira na Alego com chance real de sermos eleitos”, diz.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.